Curso Técnico em Agronegócio do SENAR chega ao Espírito Santo

07/08/2017

Pela primeira vez o Espírito Santo recebe o Curso Técnico em Agronegócio, validado pelo Ministério da Educação. O estado integra os seis novos polos presenciais inaugurados pelo SENAR Brasil com a oferta de 40 vagas. Os outros novos polos ficam em Goiânia (GO), Barão de Grajaú (MA), São Francisco do Guaporé (RO), Rio do Sul e São Miguel do Oeste (SC).

A superintendente do Senar-ES, Letícia Simões, conta que a realização do Curso Técnico em Agronegócio no Espírito Santo vem para reafirmar a missão da entidade.

“Vamos levar adiante o compromisso de formar técnicos que possam atuar diretamente no meio rural. Esse Curso Técnico será uma grande oportunidade para os filhos de produtores e pessoas que tenham interesse em trabalhar nas propriedades rurais, levando gestão e inovação para o campo”, disse.

Para a coordenadora de Educação Formal, Maria Cristina Ferreira, o momento é único para o SENAR como instituição que há 25 anos atua na formação profissional de produtores rurais.

“O Senar leva ao seu público uma formação de maior complexidade, que é o ensino técnico de nível médio, em que a prática agregada a conhecimentos teóricos possibilita ao aluno incorporar novas capacidades técnicas e de gestão para atuar na melhoria do processo produtivo no setor agropecuário”, considerou.

EXPERIÊNCIA COM O CURSO

O objetivo do Curso Técnico em Agronegócio é formar profissionais habilitados na aplicação dos procedimentos de gestão e de comercialização do agronegócio, visando os diferentes segmentos e cadeias produtivas da agropecuária. Desde 2015, a Rede e-Tec Brasil do Senar já formou com sucesso suas primeiras turmas do curso e conta com mais de 8 mil alunos capacitados.

A instrutora do Senar-ES, Luciana Schaeffer Abranches, está no último período do Curso Técnico em Agronegócio, em Minas Gerais, e conta que está satisfeita com a experiência, que proporcionou um maior embasamento para o trabalho que exerce. Além disso, Luciana acrescenta que o curso deu a ela um novo olhar sobre o produtor rural e a atividade que ele realiza.

“Sempre tive preocupação em desenvolver um bom trabalho para o produtor rural, e o curso me oferece isso. Os dois anos de aula aumentaram o meu potencial de visão sobre o negócio da atividade rural e me auxiliaram a manter uma comunicação com os produtores que desperta o interesse deles”, conta Luciana.

A instrutora achou excelente a oferta do curso no Espírito Santo e completou que é uma ótima oportunidade para os capixabas, pois o agronegócio é uma atividade que vem crescendo e, com isso, o homem do campo deixa de se ver apenas como produtor e passa a se enxergar como um empresário, entendendo a necessidade de buscar a profissionalização e a qualificação.

“Como o Espírito Santo ainda não oferecia a capacitação, procurei o polo mais próximo de mim, que era Manhuaçu, em Minas Gerais. Agora o estado recebeu um polo presencial, o que é maravilhoso, pois dá muitas oportunidades. Quem puder fazer o curso, aconselho que faça. Rio Bananal é um município de fácil acesso e o curso vale muito a pena. Parabenizo a iniciativa do Senar-ES”, analisa ela.

SOBRE O CURSO TÉCNICO

O Curso Técnico em Agronegócio é o primeiro de nível médio na modalidade a distância oferecido pelo SENAR. A qualificação tem duração de dois anos e carga horária de 1.230 horas. Grande percentual do curso é a distância, com 80% das aulas disponibilizadas no portal da rede e 20% de aulas presenciais, com professores para tirar as dúvidas dos alunos, nos polos e nas visitas técnicas em propriedades rurais e agroindústrias.

O curso oferece também um estágio supervisionado optativo, que tem o objetivo de dar a oportunidade ao aluno de vivência e a prática profissional em ambiente real de trabalho.

Ao concluir o curso, com aprovação em todos os módulos e disciplinas, o aluno recebe do SENAR um diploma de Técnico em Agronegócio com validade nacional.