Reunião para pedir renegociação e revisão de preços mínimos

31/05/2019

Para tratar do endividamento dos produtores rurais do Espírito Santo e preço mínimo do café, o secretário de Política Agrícola do Mapa, Eduardo Sampaio, recebeu no dia 30 de maio, entidades como a CNA que representou a Federação da Agricultura e Pecuária do ES (Faes), outras entidades e os parlamentares da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa do Espírito Santo.

Ficou alinhado que o MAPA levantará os dados de inadimplência junto ao Banco Central para caracterizar o nível de endividamento do setor, bem como o perfil dos produtores capixabas que estão em dificuldade financeira para que as ações sejam mais assertivas.

A alteração da Lei 13.340 foi uma alternativa que surgiu na discussão, mas ela será melhor trabalhada com foco nas questões estaduais. O fato de apenas parte do estado do Espírito Santo ser abrangido pela SUDENE dificulta uma ação que contemple todo o estado no âmbito dessa norma. Além disso, trata-se de uma alteração da Lei que só pode ser feita pelo Legislativo e demanda um tempo que o setor não possui.

Como encaminhamento, definiu-se que o secretário irá ao Espírito Santo para discutir com as representativas do setor iniciativas que possam atender a demanda dos cafeicultores capixabas.

Quanto ao preço mínimo, o MAPA continuará a discussão com a CNA e demais instituições do setor para uma proposta de política cafeeira seja equalizada ainda para essa safra.

Fonte: Iá Comunicação