CNA discute acordo entre Mercosul e União Europeia no Senado

03/10/2019

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) participou do debate promovido pelo Instituto Legislativo Brasileiro (Interlegis/ILB) sobre o tema “Acordo Mercosul – UE, Oportunidades e Desafios”, na quarta (2), no Senado Federal, em Brasília.

O encontro reuniu a superintendente de Relações Internacionais da CNA, Lígia Dutra, o embaixador do Ministério das Relações Exteriores, Pedro Miguel, o embaixador da União Europeia no País, Ignacio Ybáñez, o gerente de Negociações Internacionais da CNI, Fabrizio Panzini, e o consultor do Senado Federal, Fernando Lagares. O diretor-executivo do ILB, Márcio Coimbra, abriu o evento.

Lígia Dutra apresentou dados da balança comercial do agronegócio brasileiro, o perfil do comércio com a União Europeia e as vantagens que o acordo deverá trazer para o setor agropecuário do Brasil.

Na sua avaliação, a discussão sobre o tema no Legislativo é importante porque a instituição terá um papel relevante na fase de internalização do tratado no regime jurídico nacional.

"Esse tipo de evento contribui para entendermos as oportunidades que a abertura comercial vai trazer ao Brasil e pavimentar os caminhos das reformas internas que precisamos fazer para poder melhor aproveitar essas oportunidades", disse ela.

Segundo a superintendente de Relações Internacionais da CNA, existe uma perspectiva de crescimento muito grande da produção agrícola brasileira e esse aumento não poderá ser absorvido pelo consumo interno.

"A única alternativa para continuarmos crescendo e gerando riqueza para o Brasil é através de acordos comerciais, onde nós teremos preferências tarifárias para acessar mais mercados e com isso ter vantagens na competição com os nossos concorrentes", afirmou.


Fonte: CNA