REDE E-TEC BRASIL

O SENAR aderiu ao programa Rede e-Tec Brasil para intensificar ainda mais suas ações, aumentando a oferta de oportunidades de estudos para as pessoas do campo.

A Rede e-Tec Brasil é um programa do Ministério da Educação – MEC instituído pelo Decreto nº 7.589, de 2011. Esta ação faz parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – PRONATEC, cuja principal finalidade é promover de maneira democrática o acesso à Educação Profissional e Tecnológica (EPT), beneficiando-se das possibilidades de alcance e estratégias metodológicas da Educação a Distância (EaD).

No polo do Rede eTec de Rio Bananal (ES), oferecemos o Curso Técnico em Agronegócio.

OBJETIVOS

PÚBLICO ALVO

Jovens e adultos com Ensino Médio completo, que vivem e trabalham no campo. É preciso ser brasileiro nato ou naturalizado.

É importante lembrar que, para matricular-se, o candidato aprovado não pode ter matrícula ativa em outro curso técnico de nível médio ou de graduação, seja em instituição de ensino pública ou privada, financiada por recursos de programas do Governo Federal.

COMO PARTICIPAR

O processo de seleção é realizado online, por meio de análise curricular. No ato da inscrição, o candidato deve anexar o histórico escolar e indicar o polo de ensino para participar das aulas presenciais. O edital é divulgado no site do Rede eTec: etec.senar.org.br.

CURSO TÉCNICO DE AGRONEGÓCIO

O Técnico em Agronegócio formado pelo SENAR é um profissional especializado na execução de procedimentos de gestão do agronegócio, que planeja e auxilia na organização e controle das atividades. Sua atuação não se limita aos processos internos de uma propriedade, podendo trabalhar em empresas comerciais, estabelecimentos agroindustriais, serviços de assistência técnica, extensão rural e pesquisa. Além disso, é um profissional consciente de seu valor e importância para a sociedade brasileira. O curso Técnico em Agronegócio é reconhecido MEC e pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA). Tem carga horária de 1.230 horas, divididas em 80% à distância e 20% com aulas presenciais, no polo indicado pelo candidato aprovado.